Home » » RELATO DE MARIDO CORNO: MINHA ESPOSA NA FESTA DE FIM DE ANO

RELATO DE MARIDO CORNO: MINHA ESPOSA NA FESTA DE FIM DE ANO

Tinhamos casado há poucos meses e era a primeira passagem de ano só nós doislonge da familia. Escolhemos um hotel 3 estrelas centro Sorocaba que promoveu festa com ceia e musica ao vivo. Reservamos mesas e tinha bar. Minha esposa estava com vestido branco decotado no colo e costas que ela mesmo fez, sem sutiã e calcinha asa delta e sandálias brancas. Levei ela até a mesa e fui até o balcão me informar sobre bebidas e ceia. Percebo que há uns 5 metros dela um jovem quase adolescente (descobri depois que tinha 17 anos e 10 meses)ficava olhando por trás e passando a mão no pau já duro. Nisso ele se afasta e vem pro meu lado no balcao bar(não tinha me visto ao lado dela ainda). Puxei conversa e comentei qtas mulheres gostosas e ele respondeu "já escolhi a minha ' aquela de branco perto do balcão" (minha esposa), apontou, pq era muito gostosa e com bicos das tetas grandes além de ter visto o rego da bunda dela olhando de cima. Falei que parecia meia velha pra ele e ele falou que prefere essas mesmos pois fazem de tudo na cama. Despedi dele e voltei pra mesa. Ao me sentar com a mulher que ele descreveu olhei em sua direção e ele ficou sem graça e disfarçou e saiu. Contei pra minha esposa que ela tinha admirador que tava a fim de comer ela pois viu suas tetas e rego. Ela perguntou quem mas não estava a vista. Ela já pousou sua mão no meu pau tava excitada. Falei se queria começar o ano novo transando com dois e ela refutou veementemente e perguntou se achava que tinha se casado com uma puta. Bebericamos, comemos, dancamos e ela já alegre. Tive uma idéia, falei que ia ao banheiro e procurei o cara. Achei e levei ele até a mesa prometendo novidades. Cheguei e apresentei-o a minha esposa e falei que ele tinha dito aquilo dela. Ela ficou contrariada mas permitiu que o cara sentasse e ficou muda. Comecei a passar a mão na sua coxa até chegar na buceta - tava muito molhada. Falei no seu ouvido "seja uma puta essa noite, falei prá ele que vc ia dar pros dois". Ela concordou e pedi pra ele discretamente tocar a buceta dela. Reservamos um quarto pra nós e nosso amigo reservou pra ele no mesmo andar. Subimos na frente e ele veio depois em outra viagem no elevador. Sai do elevador fiquei esperando encostado na parede e encoxando minha esposa.Ele apareceu e saiu do elevador, abaixei o vestido dela deixando as 2 tetas 42 a mostra. Ele chegou foi mamando e uma e eu abocanhei a outra. Ele enfiou 2ou 3 dedos na buceta dela e eu enfiei um dedo no cu enquanto chupava as tetas. Nisso ela mija e escorre pela perna e sandalia. Levamos ela até o nosso quarto. Eu mantive o dedo no seu cu e ele puxou ela pelas tetas. Entramos e ela queria se lavar ' tava preocupada com as sandalias, mas antes fizemos ela se ajoelhar e chupar os 2 cacetes. Tirou completamente o vestido e foi lavar as sandalias na pia. Fomos atrás. Tomei a frente e meti na buceta molhada de tesão e mijo enquanto ela lavava as sandalias. Sai e veio nosso amigo e fodeu a buceta dela. Acabou de lavar as sandalias levamos ela pro box e tomamos banho a tres. Ele comeu de novo a buceta e gozou. Eu ensaboei meu pinto enfiei no cu dela sob protestos. Abaixei a cabeça dela até abocanhar o pinto dele. Saimos e fomos pra cama e ai usem suas imaginações -ela nao ficou sem pelo menos um pinto dentro dela por uma e meia hora. Foi DP, na boca, no umbigo, no meio das tetas. Enquanto nosso amigo comia o cu dela eu fiquei literalmente ordenhando as tetas dela. Ela virou um deposito de porra. Tomamos banho e ele avisou que ia pro quarto ele e aí falei leva ela e usa os buracos que la pelas nove eu pego de volta e deixe a porta aberta. Como o quarto era no mesmo corredor há uns 12 metros fiz ela ir pelada com ele. Ela meio sem entender foi. Noutro dia as nove fui lá, levei as roupas delas e entrei silenciosamente e ela tava tomando banho. Perguntei pra ele como foi e ele disse que não dormiu e se sentiu como marido.Tirei a roupa e fui até o box beijei longamente e perguntei como foi e ela falou que foi estranho. Ai falei garanto que seu cu e sua buceta nao estranharam. Ela riu eeu virei de bunda pra mim, ensaboei meu pinto e meti no seu cu. Ela reclamou que tava ardendo pois foi arregassada e eu falei que era so uma limpeza da merda e porra. Como toda vez que mete no cu dela ela imediatemente foi até a privada como quem vai cagar, mas só sai porra e haja porra. Enxugamos, fomos pra cama e conversamos. Combinamos que sairiamos primeiro e ele meia hora depois. Pra encerrar sentamos na cama e minha esposa de joelhos chupou ele até extrair os ultimos goles de porra. Engoliu e saimos. Voltamos pra casa e ela exausta chegou e casa e dormiu. Peguei uma pomada pra assadura e de leve passei no seu cu, bem avermelhado e esgarçado. Tinha que melhorar pois essa aventura ia apimentar nossas transas e o cuzinho dela eu não deixo passar.

0 comments:

Post a Comment

 
Copyright © 2011. Best Quality Fake Nudes - All Rights Reserved
Proudly powered by Blogger